E se pudesse usar uma bicicleta elétrica ou clássica, em qualquer lugar e a qualquer hora, na sua cidade?

Agora tem uma nova alternativa de transporte público para se deslocar em Lisboa: o serviço de bicicletas partilhadas "GIRA".

Sendo a primeira no mundo com fácil conversão entre a bicicleta elétrica e clássica, é a solução perfeita para uma rede de transporte público mais amiga do ambiente.

Mobilidade integrada

Transformar as cidades: do cinzento ao verde

Acessível, prática, amiga do ambiente e livre de stress. A partilha de bicicletas é a melhor forma de se deslocar na cidade.

 

Em parceria com a Órbita, uma empresa com vasta experiência no fabrico de bicicletas, a Siemens, recorrendo à sua experiência tecnológica e capacidade operacional e de gestão, implementou em Lisboa uma solução inovadora de bicicletas partilhadas em Portugal que pode ser replicada em todo o mundo.

image

Conhecida pelas suas colinas, um sistema de bicicletas partilhadas com fácil conversão de clássica para (e-)bike é a solução perfeita para cidades como Lisboa.

O serviço de bicicletas partilhadas começa a fazer parte de um programa de transporte mais amplo em todo o mundo, onde bicicletas clássicas e elétricas desempenham um papel essencial. Esta nova modalidade tornou-se uma solução preciosa ao nível da gestão de frotas, transportes públicos e turismo. Hoje em dia, as iniciativas que estimulam a utilização da bicicleta, incluindo infraestruturas como faixas dedicadas para bicicletas, fazem parte da lista de prioridades de várias cidades.

 

Lisboa apostou na mobilidade suave, contando já com uma rede ciclável de cerca de 80km, e faz parte do TOP 5 das cidades europeias com o crescimento turístico mais rápido em 2016. Portugal é ainda o maior exportador de bicicletas* da União Europeia e conta com o terceiro maior fabricante de bicicletas na Europa, sendo a cidade perfeita para implementar o primeiro sistema de bicicletas partilhadas com fácil conversão de clássica para (e-) bike, e vice-versa, no mundo.

 

Foi a combinação entre o conhecimento e experiência da Siemens em sistemas de tráfego inteligentes, digitalização e apoio ao cliente, e a expertise da Órbita, no fabrico de bicicletas de qualidade, de estações de recolha e das docas, que permitiu desenvolver uma solução adaptável à dimensão e requisitos de cada cidade.

 

A Siemens é responsável pela instalação e manutenção do equipamento (bicicletas, estações e docas) e para o funcionamento dos sistemas, incluindo a recolocação das bicicletas. Adicionalmente, a Siemens contribuirá também para o desenvolvimento do sistema de gestão centralizado. A Órbita foi responsável por fornecer 1.410 bicicletas, tanto elétricas como clássicas, 140 estações e 2.638 docas.

 

 

* Eurostat (2017), Bicycles 200 years em: EU's exports and imports 2016.

image

Soluções à medida

A Siemens está investir em soluções de big data e análise de dados para gerir redes integradas de dados e interligar os modos de transporte em toda a cidade. Foi por isso que desenvolvemos o Modular Service Delivery System, que permite a conceção de projetos de acordo com as condições e necessidades específicas de cada cidade.

 

Mais do que andar de bicicleta na cidade, o utilizador tem o conforto e a conveniência de um transporte público. Em conjunto, a EMEL, Órbita e Siemens, criaram um sistema de bicicletas partilhadas que inlcui:

  • Controlo através de uma aplicação para telemóvel
  • Painel LCD em cada bicicleta com informação sobre: velocidade, distância percorrida, nível da bateria e nível de potência
  • Rede wi-fi nas docas
  • Mecanismo de fixação anti-roubo
  • Estrutura modular: adaptável a qualquer solução
  • Serviço de localização por GPS incorporado
  • Sistema de gestão inteligente de carregamento da bateria