Favor utilizar outro navegador

Parece que você está usando um navegador que não é totalmente compatível. Por favor, note que podem haver restrições na exibição do site e em sua usabilidade. Para uma melhor experiência, sugerimos que você faça o download da versão mais recente de um navegador compatível:

Internet Explorer, Chrome Browser, Firefox Browser, Safari Browser

continuar com o navegador atual

Esgoto como fonte de energia

 

Otimizar custos operacionais necessários para tratar o esgoto de uma grande cidade. O desafio não era pequeno, mas a solução estava “dentro de casa”, viabilizada com a instalação de um sistema de cogeração de energia.

 

Transformando lodo em eletricidade

Uma estação de tratamento que gera a própria energia

A AMBIENT - Serviços Ambientais de Ribeirão Preto S/A, uma empresa do grupo GS INIMA Brasil, ainda na década de 1990, tornou-se responsável pelo tratamento do esgoto doméstico de Ribeirão Preto, São Paulo. Gerando água, lodo e gás, como é esperado em estruturas desse tipo, a estação de tratamento oferecia um potencial que a empresa gostaria de ver transformado em realidade: tornar-se fonte de energia para abastecer a própria operação.

image

Quando o esgoto vira energia elétrica

Ribeirão Preto é uma das principais cidades do estado, localizada na Região Sudeste do Brasil, a mais populosa do País. Ali, a AMBIENT trata, em média, 135 milhões de litros de esgoto por dia, gerados por uma população de aproximadamente 700 mil habitantes.

 

Ao lado dos investimentos em tecnologia diretamente relacionada ao tratamento do esgoto coletado, a AMBIENT sempre percebeu, em sua própria matéria prima, uma oportunidade de melhoria operacional. Em 2011, uma ideia consolidou-se como recurso fundamental para alcançar essa evolução: a implantação de um sistema que utiliza o produto do tratamento do esgoto como fonte de energia. A solução encontrada foi um sistema de cogeração de energia.

 

O projeto é duplamente ecológico. Primeiro, porque usa o biogás como combustível nos motores, evitando emissão de metano para a atmosfera. Em segundo, porque o biogás é fonte de energia cujo uso não desgasta os recursos naturais, permitindo a produção de energia limpa. Com a implantação do projeto, a empresa hoje gera cerca de 50% da energia utilizada pela estação de tratamento.


Em termos bastante simplificados, o projeto conta com a utilização da água de resfriamento dos motores para o aquecimento do lodo através de trocadores de calor, este sistema faz com que o lodo do digestor fique aquecido a aproximadamente 35ºC, melhorando assim a eficiência da degradação da matéria orgânica, além de contribuir para a geração de mais biogás.

 

Para executar o projeto, a AMBIENT adquiriu dois grupos geradores SFGLD560, que fazem parte do portfólio da Siemens. Juntos, os dois motores fornecem 1,5 MW de energia. A eletricidade gerada, a partir do biogás produzido no esgoto, é usada para atendimento da própria estação de tratamento, possibilitando uma redução dos gastos com a eletricidade da rede.

Infográfico

Ambient Serviços Ambientais

Tratamento de esgoto

Tratamento de esgoto 135 milhões de litros/dia.

Equivalente a uma população de 700 mil habitantes

Ambient Serviços Ambientais

Sistema de geração de energia a partir do biogás

Geradores SFGLD560

1,5 MW

Ambient Serviços Ambientais

Sistema de geração de energia a partir do biogás

0%

da energia consumida na operação da estação

Portfólio de turbinas

Energias convencionais

A geração de energia elétrica pode ser feita por meio de diversas fontes de energia, sendo que na maioria das vezes um equipamento rotativo aciona um gerador elétrico. A Siemens possui em sua linha de produtos, equipamentos rotativos para estes acionamentos.